• Email: contato@paroquiadetrindade.com.br
  • Telefone: (62) 3505-1129

 

 

  1. A Celebração
  2. Agendamento
  3. Horários e Tempo da Cerimônia
  4. Taxas
  5. Assistentes
  6. Ornamentação e Sonoplastia
  7. Padrinhos e Pajens
  8. Profissionais
  9. Declaração

 

 

 

 

1- Celebração

1.1 A celebração do casamento na igreja é um ato religioso e de fé. Portanto, deve-se evitar todo e qualquer exagero na celebração. Evite-se, principalmente transformá-la num mero acontecimento social ou numa demonstração de vaidade e poderio econômico; Qualquer cerimônia que possa desvirtuar o sentido religioso da celebração do casamento na igreja, são proibidos;

1.2 Numa cerimônia religiosa existem normas e orientações litúrgicas que deverão ser obedecidas. Todos devem procurar entendê-las e promover o devido cumprimento das mesmas;

 

2- Agendamento

2.1 O casamento será marcado definitivamente na Agenda Paroquial somente quando for entregue toda a documentação solicitada no prazo de até dois (2) meses  antes da data solicitada;

2.2 Uma vez constituído o processo, os noivos deverão aguardar a convocação para uma entrevista com o padre;

2.3 Os papéis do casamento devem ser providenciados pelo menos 60 dias antes da celebração. Para abertura do processo são necessários os seguintes documentos:

  • Certificado de Batismo  atualizado.
  • Atestado do cartório de que o casamento civil está marcado e satisfeitas as exigências. 
  • Certificado de participação no Curso de noivos
  • Xerox da identidade
  • Comprovante de endereço
  • Atestado de óbito do(a) falecido(a) em caso de viuvez.

2.4 A idade mínima para o casamento é:  Noivo: 18 anos completos / Noiva: 16 anos completos;

2.5  Para menores de 18 anos, os pais devem dar autorização;

2.6 O batismo é condição indispensável para o casamento;

2.7 As cerimônias do casamento serão realizadas na Matriz ou em uma das capelas, sendo vetado - por determinação da Arquidiocese - qualquer outro local, como por exemplo: Clubes, Hotéis, Salões de Festa, chácaras, etc..

 

 3- Horários e tempo da cerimônia

3.1 Os Horários normais de casamento, na Matriz são:

  • Sexta-feira: 20h
  • Sábado:19h, 20h, 21h (somente se os outros horários estiverem preenchidos).
  • Outros horários: a combinar
  • Nas Capelas: a combinar.

3.2 O casamento deverá começar impreterivelmente na hora marcada;

3.3 A cerimônia terá a duração máxima de 45 minutos (quarenta e cinco minutos). Nesse tempo estão incluídos todos os atos desde a entrada até a saída;

3.4 Os noivos deverão deixar a Igreja ou Capela 45 minutos após a hora marcada para o início;

3.5 Atraso é um desrespeito ao celebrante, aos convidados e outras pessoas envolvidas. Qualquer atraso é um ato de falta de educação e de nobreza. Se houver algum atraso, o tempo da celebração será diminuído na mesma proporção. Após 15 minutos da hora prevista para o início, a celebração do casamento será após o último horário;

3.6  Após a cerimônia é permitida apenas 5 fotos. Contudo, por motivos de atraso o mesmo fica proibido;

 

4- Taxas

4.1 Taxas da Paróquia:

  • Processo e celebração: 1 (um) salário mínimo;
  • Para casamentos realizados na Matriz as 21h: R$ 80,00 (taxa de limpeza)

*As taxas deverão ser pagas até 48 horas que antecedem da cerimônia.

 

4.2  Para casamentos realizados na Igreja do Santíssimo Redentor (Igreja do Pe. Pelágio), tem ainda o acréscimo referente a taxa da própria Igreja – conferir secretaria;

 

5- Assistentes

5.1 Para casamentos realizados na Igreja Matriz, será disponibilizado o padre como assistente da cerimônia. Para outras Igrejas da cidade, os noivos deverão providenciar o padre;

 

5.2  Padres de outras paróquias, deverão obedecer às normas da Paróquia de Trindade. A Paróquia deverá ser avisada com antecedência para que seja providenciada a autorização.

 

6- Ornamentação e Sonoplastia

6.1 Quando existirem mais casamentos no mesmo dia, a ornamentação será de responsabilidade de todos os noivos (ou seja, o modelo e valor da decoração deverão ser combinados e divididos entre os casais). Não se permite a retirada ou troca de enfeites.

 

6.2  Não é permitida petalista e desaconselha-se florista.

 

6.3  Na ornamentação não se permite o uso de qualquer material que danifique ou coloque em risco a igreja ou móveis (ex.: tachinhas, pregos, grampos, fitas adesivas, velas, etc.).

 

6.4 A Igreja-Matriz (Santuário Matriz) é tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional. E por determinação do IPHAN é proibida a utilização de velas na ornamentação.

 

6.5  Os bancos são fixos. Por nenhum motivo serão retirados do seu lugar de origem;

 

6.6  No presbitério não se deve retirar ou arrastar qualquer móvel. Por motivo de extrema necessidade deve-se procurar o funcionário responsável.

 

6.7  Os encarregados da ornamentação deverão ornamentar a Igreja a partir das 13h encerrando até 1 (uma) hora antes da missa. Ao término da cerimônia, retirar os enfeites e peças.

 

6.8  É proibida a permanência de qualquer material usado na ornamentação, antes ou depois da cerimônia. A Igreja não se responsabiliza por nenhum material deixado após o casamento. Se algum material for deixado dentro da Igreja, os mesmos serão considerados patrimônio da Igreja Matriz;

 

6.9  O altar deverá ser mantido preservado de qualquer situação incompatível com a sua função litúrgica.  O altar não é mesa comum, é um instrumento sagrado. Em hipótese nenhuma deverá servir de aparador de objetos

 

6.10 Todas as músicas a serem executadas ou cantadas devem trazer um sentido religioso e um convite aos fiéis para que se unam aos noivos no louvor a Deus que os chamou para o Matrimônio. Quanto às músicas, permitem-se:

  • Uma música para entrada do noivo
  • Uma música para entrada dos padrinhos,
  • Uma música para damas, pajens
  • Uma música para porta aliança
  • Uma música para entrada da noiva
  • Uma música para a bênção das alianças ou consagração
  • Uma música para assinaturas e fotografias.
  • Uma música para saída.

 

6.11   Se por ventura não houver grupo musical, as músicas devem ser gravadas de modo sequencial em um CD e repassadas com antecedência para o técnico de som. O contrário não será permitido;

 

6.12   Por motivo de excessiva carga de energia  na Igreja Matriz, não será permitido a montagem e uso de um outro som. O som utilizado na Igreja Matriz, é um sistema “Bose” de altíssima qualidade. (Acordos nesse quesito só serão feitos com a apresentação do Rider Técnico do Grupo Musical);

 

6.13   O Grupo musical deverá fazer contato com o técnico da Matriz com a devida antecedência;

 

6.14   A Igreja é um lugar sagrado de adoração e fé, por isso sempre privamos para que o ambiente fique sempre bem cuidado e bonito. Para isso o uso de flores naturais é comum. Os noivos, se desejarem, poderão ofertar as flores usadas na celebração do casamento para enfeitar os altares de nossa Igreja, para isso basta comunicar a secretaria e equipe de decoração.

 

7- Padrinhos e Pajens

7.1 Para a realização do casamento apenas é permita 2 (duas) entradas de pajens.

 

7.2  A entrada das alianças, depois da noiva, somente será permitida no caso de não atraso. Caso contrário os pajens com as alianças deverão entrar no início da celebração, ou seja, antes da noiva;

 

7.3  Aconselha-se que os pajens tenham a idade acima de 4 anos.

 

7.4  Os padrinhos devem ser escolhidos de modo rigoroso. Sendo convidados pessoas que verdadeiramente fazem parte da intimidade dos noivos e que sejam capazes de dar testemunho de vida Cristã, sendo permitido até 10 (dez) casais de cada lado;

 

7.5  A Igreja é um lugar sagrado de oração, contemplação e respeito. Por isso é proibido o uso de decotes excessivos e saias acima do joelho. O descumprimento do mesmo pode acarretar a retirada do mesmo;

 

8- Profissionais

8.1 Os profissionais envolvidos na celebração do casamento (ornamentação, filmagem, fotografia, cerimonial, música, etc.) devem:

  • Ser devidamente registrados em nossa secretaria;
  • Assinar o termo de responsabilidade;
  • Seguir rigorosamente as normas e orientações da Paróquia. O não cumprimento impedirá futuros serviços na Paróquia;

8.2  A Paróquia se reserva o direito de proibir a atuação de determinados profissionais, quando a conduta profissional ou outro motivo, justificar;

 

8.3  Os “possíveis” ensaios deverão ser agendados com antecedência na secretaria paroquial. Não sendo permitido para o mesmo, o uso do presbitério.

 

 8.4  Todos os profissionais envolvidos na cerimônia matrimonial deverão ser cadastrados na  secretaria paroquial.

 

8.5  Exceto em caso de casamento com missa, não é permitido o uso de comentarista /animador durante a cerimônia.

 

8.6  Por medida de segurança: a carga elétrica máxima  é de 1000 Ws.

 

9- Declaração

 Disponibilizamos abaixo modelo declaração para os noivos.

clique aqui para donwload